Veículos

Revista Mercado Edição 54 - outubro 2012

Jaguar apresenta o F-Type em Paris

Da Redação com AI Jaguar Land Rover

Modelo é o primeiro esportivo de dois lugares produzido pela Jaguar desde o icônico E-Type, apresentado 50 anos atrás

O novíssimo Jaguar F-Type, mais novo conversível de dois lugares da marca britânica de esportivos de luxo, foi apresentado no final de setembro durante coletiva de imprensa promovida no Salão de Paris. Com tração traseira e carroceria produzida em alumínio, o modelo chega com três opções de motorização, que proporcionam ao motorista uma excepcional experiência ao volante, com condução pura e dinâmica.
Considerado o veículo responsável pelo retorno da marca britânica à sua essência, o modelo é equipado com duas opções de motorização: V6 Supercharged de 3.0 litros, com 340 e 380 cavalos, respectivamente, além da opção V8 Supercharged de 5.0 litros e 510 cavalos, auxiliados por uma transmissão automática de oito velocidades, que proporciona respostas extremamente rápidas e ressalta as características esportivas do F-TYPE.
Sua carroceria em alumínio utiliza em sua composição partes em materiais recicláveis, o que reforça o comprometimento da Jaguar com a produção de veículos mais sustentáveis. Os processos de produção do modelo também resultam em 80% menos emissões de CO2 em comparação com os processos de produção utilizados para a fabricação de veículos similares.

“Nossa marca é uma das fundadoras do segmento de veículos esportivos, com uma linhagem extremamente agressiva e de altíssimo desempenho, que tem hoje mais de 75 anos de tradição”, disse o diretor global da Jaguar, Adrian Hallmark. Ele acrescenta que o F-Type reacendeu essa chama ao ser um modelo projetado não apenas para ser como qualquer outro veículo esportivo, mas sim um legítimo Jaguar, segundo Adrian, “poderoso, preciso, sensual e muito vivo”.
Para o engenheiro-chefe de projeto do F-TYPE, Mike Cross, um carro esportivo de sucesso é fundamentalmente aquele que faz com que você se divirta ao volante. “O F-Type definitivamente proporciona isso. Nós trabalhamos duro para ter certeza de que as respostas ao acelerador, direção e freios fossem absolutamente imediatas, uma tarefa muito mais fácil pela estrutura de alumínio rígida na base do carro. Ele é preciso e emocionante”, afirmou.