Veículos

Revista Mercado Edição 45 - setembro 2011

Cruze já está nas revendas Chevrolet

Da Redação

Sedã possui duas versões de acabamento e motor 1.8 Ecotec; modelo chega para substituir o Vectra, devendo custar entre 65 mil e 78 mil reais, e disputar mercado com o Honda Civic, o Toyota Corolla e o Hyundai Elantra

Com a dura missão de substituir o bom e famoso Vectra, chega ao mercado brasileiro neste mês o Chevrolet Cruze, uma reinterpretação do sedã tradicional, já seguindo a atual linguagem de design global do fabricante que marca a nova trajetória de General Motors Company. O Cruze redefine o design, o conforto, a sofisticação e a qualidade, aliando o estilo compacto a um amplo espaço interno. Entre outras propostas, o carro apresenta novo motor 1.8 Ecotec 16 V flex de 140 cv a gasolina ou 144 cv com etanol e câmbio de seis marchas manual e automático sequencial. Traz ainda freios a disco com ABS, direção eletroprogressiva, ar-condicionado digital, comandos elétricos de retrovisores, portas e vidros e regulagem dos faróis.
O Cruze chega ao Brasil bem referendado, ostentando o título de carro mais vendido dos EUA em junho. Suas funcionalidades são muito eficientes, além das melhorias do sistema já utilizado no Vectra, como, por exemplo, um novo motor mais moderno da família Ecotec de 1.8 litros de 16 válvulas e 140 cv, conforme já citado. Também em termos de design, ele é bem mais atual que seu antecessor, o Vectra: adota a grade que é dividida em duas partes e traz o símbolo da GM bem destacado. O interior agrada pela qualidade do acabamento, e não há peças mal encaixadas nem parafusos expostos na cabine. No quesito segurança, traz uma diferença de sete centímetros a mais de largura em relação ao Vectra. Isso faz com que tenha mais estabilidade nas curvas, além de mais conforto interno e das malas (com capacidade para 436 litros).
Opções – São duas versões. A LT traz computador de bordo, controlador de velocidade, volante funcional, rádio CD player com MP3 e Bluetooth. A top, LTZ, acrescenta partida por botão, tela de LCD de sete polegadas com sistema multimídia com navegação por GPS e informações complementares, como ar-condicionado, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), retrovisores com rebatimento e sensores crepuscular e de estacionamento. Ainda tem controles eletrônicos de tração, estabilidade e auxiliar de frenagem.

A rede de concessionárias Chevrolet já aceita reservas de interessados no veículo, mas só poderá realizar as entregas a partir de 26 de setembro. As revendas ainda não divulgam o preço do Cruze, que deve ficar entre 65 mil e 78 mil reais. Seus principais rivais são o Honda Civic e o Toyota Corolla, além do Hyundai Elantra – que está prestes a chegar ao Brasil.
Com essas e outras especificações técnicas, na há dúvidas de que o novo Chevrolet Cruze vem para brigar forte com seus principais concorrentes do seguimento de sedãs no Brasil. Sendo assim, poderemos ter mais uma vez um carro da GM no topo da lista dos mais vendidos, preferidos e lembrados pelo público brasileiro.
Após 14 anos, chega ao fim a história do Vectra, que deixará de ser produzido como um dos maiores destaques da história da Chevrolet no Brasil. E mesmo que, nos últimos anos, ele tenha perdido algumas posições no ranking dos mais vendidos para o Toyota Corolla e o Honda Civic, sempre será visto como um dos melhores sedãs que já rodou no Brasil.