Especial

Revista Mercado Edição 45 - setembro 2011

Feira evidencia Uberlândia como capital da logística

Por Lucas Barbosa / Evaldo Pighini

Lançamento da Feniub 2011 reuniu empresários e autoridades no auditório da Aciub, instituição realizadora do evento

Aciub realiza a Feniub 2011, que neste ano terá como tema central
a logística; expectativa é que o evento renda 30% de negócios a mais que no ano passado

A posição geográfica de Uberlândia no território brasileiro a consolida como capital nacional da logística. Entre muitos argumentos que justificam esse título, a cidade está localizada no centro de uma região que concentra cerca de 80 milhões de consumidores, que representam 58% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Além disso, é eixo de ligação direta entre cinco dos maiores polos econômicos do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Brasília. Por causa disso, a logística foi escolhida para ser o tema da Feniub 2011, feira de negócios realizada pela Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) há mais de 40 anos.
Segundo definição do Council of Supply Chain Management Professionals: “Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de matérias-primas, materiais semiacabados e produtos acabados, bem como as informações a eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências dos clientes”. Há de se considerar ainda que, ao longo do tempo, a logística vem evoluindo, passando de ações isoladas a ações sinérgicas, ou seja, à logística integrada e, atualmente, a supply chain management (ao gerenciamento da cadeia de suprimentos).
Nesse contexto, Uberlândia é referência no país, destacando-se ainda como o mais importante centro de distribuição de mercadorias, por isso o rótulo de capital nacional da logística e também a acertada escolha da Aciub ao definir o tema da Feniub 2011.

Localização privilegiada, entroncamento de importantes rodovias - BRs 050, 365 e 452, por exemplo - e a presença dos maiores atacadistas do país e de um entreposto da Zona Franca de Manaus, entre outros diferenciais, conferem a Uberlândia o título de capital nacional da logística

Justificativas são muitas

Segundo dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a cidade possui atualmente 1.189 comércios atacadistas. Nessa lista estão inclusos os cinco maiores atacadistas do país: Martins, Arcom, Peixoto, União e Aliança. Juntas, essas empresas mantêm uma frota de cerca de três mil caminhões e carretas, geram mais de 10 mil empregos diretos e indiretos e abastecem mais de 700 mil clientes espalhados por todo o Brasil. Somente esse setor rende ao município mais de R$ 1,5 milhão por mês em impostos.
Mas esse não é o único fator que torna Uberlândia uma referência em logística. A cidade abriga desde março de 2010 o Entreposto da Zona Franca de Manaus, estrutura que funciona como armazém para recebimento e estocagem de produtos industrializados na Zona Franca de Manaus e que depois são distribuídos para os principais centros comerciais e industriais do Brasil.

Além desses fatores, a economia do segundo maior município do Estado – 604.013 habitantes – tem passado por transformações nos últimos anos. A prefeitura, em parceria com os governos estadual e federal, tem feito diversos investimentos na cidade, como a construção de casas populares, a recuperação e ampliação da malha rodoviária, a construção de viadutos, pontes e trincheiras, dentre outras obras.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Paulo Sérgio Ferreira, ressalta que Uberlândia possui uma localização estratégica privilegiada, com malha viária composta por cinco rodovias que conectam a cidade com os principais centros do país

Essas melhorias, associadas à localização estratégica e a uma boa infraestrutura, têm atraído constantemente novos investimentos para o município, como o Shopping Uberlândia, investimento de mais de R$ 100 milhões que será entregue no próximo ano, e o hipermercado da rede Walmart, que deve ficar pronto até o fim deste ano. Todas essas obras em andamento geram novos empregos e, consequentemente, aquecem a economia local. Prova disso é que o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma do que foi produzido na cidade, dobrou nos últimos dez anos. O PIB per capita – que é a renda anual por pessoa – é de R$ 23 mil, o 4º maior do estado, o 7º do interior do Brasil e o 27º entre todas as cidades brasileiras.
Uma das razões para esse crescimento é justamente a chegada de novas empresas. Somente neste ano já foram criadas na cidade mais de 1,3 mil empresas, segundo levantamento feito pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg).
“Uberlândia possui uma localização estratégica privilegiada, com malha viária composta por cinco rodovias que conectam a cidade com os principais centros do país. Além disso, é sede do maior centro atacadista-distribuidor da América Latina, é responsável pela distribuição de diversos produtos para todas as regiões do Brasil, além de ser a primeira cidade mineira a abrigar um entreposto da Zona Franca de Manaus. Por tudo isso, naturalmente, Uberlândia tornou-se polo de excelência no setor de logística, o que é extremamente importante para a economia e o desenvolvimento da cidade e da região”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Paulo Sérgio Ferreira.

Plataforma de Valor do Brasil Central

E, para consolidar de vez a cidade como a capital nacional da logística, tema da Feniub deste ano, a prefeitura, juntamente com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) e a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Empresarial (Fade), realiza o Projeto Plataforma de Valor do Brasil Central. Através desse programa, estão sendo desenvolvidas diversas ações para fomentar melhorias na infraestrutura e em tudo o que diz respeito a transporte e distribuição de mercadorias no município.
Uma das ações da Plataforma de Valor do Brasil Central é a reivindicação do terminal aéreo de cargas, cuja construção deve começar em 2013. O processo de licitação para a escolha da empresa responsável pela construção do complexo será aberto no início do próximo ano. Esse terminal terá aproximadamente quatro mil metros quadrados, será construído em uma área próxima ao atual aeroporto, na zona leste da cidade, e terá capacidade para comportar 9,5 mil toneladas de cargas até 2015. A estrutura terá condições de receber importação, exportação e carga doméstica nacional e internacional, além de cargas frigoríficas e perigosas. O investimento será de aproximadamente R$ 150 milhões.

Feniub Logística 2011, o lugar certo para grandes negócios

Na década de 1960, Uberlândia dava os primeiros sinais de um progresso acelerado. Foi justamente naquela época que a Aciub aprofundou relações com a população, através da Feira Nacional da Indústria de Uberlândia, a Feniub, cuja primeira edição aconteceu em 1969, lançada no dia 17 de julho pelo engenheiro e empresário Luiz Alberto Garcia. Prestigiaram o evento figuras ilustres, como o ministro de Estado da Casa Civil da Presidência da República, Rondon Pacheco, entre outras autoridades federais, estaduais e municipais.
Durante muitos anos, a Feira foi realizada no Pavilhão Industrial da entidade, inaugurado no início da década dos anos 1960, e recebeu empresários como o falecido Roberto Marinho, dono da Rede Globo, além de figuras políticas de todas as esferas em nível municipal, estadual e federal. No espaço cultural anexo ao pavilhão, eram realizados diversos shows que recebiam milhares de pessoas.

Sob um novo conceito, a Feira mudou e agora virou puramente de negócios, a exemplo do que aconteceu em 2010, quando o tema central foi “Franquias e Negócios”

Hoje, com perspectivas arrojadas, a Aciub, além de oferecer diversificados produtos e serviços para os seus associados, mudou o formato da Feira, agora direcionada à geração de negócios. O aproveitamento dos potenciais e a capacitação profissional por meio de palestras e rodadas de negócios substituíram os shows artísticos. Mesmo sendo aberta à população, o público da Feira ficou limitado a empresários e a outros profissionais interessados dos vários setores participantes. Se antes eram dezenas de milhares, hoje o público está mais seleto. Em contrapartida, o evento ganhou no retorno que proporciona ao mercado e às empresas participantes.
Este ano, a Feniub abordará o tema logística. A feira será realizada este entre os dias 4 e 7 de outubro, no Castelli Master. De acordo com o presidente da Aciub, Rogério Nery de Siqueira Silva, a Feniub Logística 2011 deve possibilitar um volume de negócios até 30% maior em relação à edição do ano passado, isso em função do tema escolhido. No local, haverá uma área reservada para estandes de empresas de setores diversos que tenham interesse em divulgar seus produtos ou serviços para o público e gerar negócios na Feira.

A Feniub Logística 2011 deve possibilitar um volume de negócios até 30% maior em relação à edição do ano passado, isso em função do tema escolhido, diz o presidente da Aciub, Rogério Nery de Siqueira Silva

O evento terá várias novidades dentro de sua programação, a começar pelo lançamento da Movimenta – Feira Internacional de Logística, prevista para acontecer bienalmente a partir do próximo ano. Na programação deste ano, além de palestras e rodadas de negócios, outra novidade será a Arena Empresarial, um espaço planejado para empresas ofertarem seus produtos e serviços para clientes e convidados.
A Feira vai reunir toda a cadeia logística, como representantes dos setores de armazenagem e de rastreamento, bancos, seguradoras, fabricantes de pneus, de baús e outros itens utilizados no transporte de mercadorias, além de concessionárias. Já confirmaram presença este ano: Prefeitura de Uberlândia, Petrobras, Braspress, Banco do Brasil, Plastflex, Torneadora Galvão, TV Integração, Baterias Moura, Palefix, Totvs, Mecalux, Total Service, Settrim, Sebrae, Amcham, Sest Senat, Fade, NTLI, Sankhya, Mil Implementos, Conex, CTR, Toutatis, Zatix, Valysys, MM Logística, Travas Arad, Faculdade do Trabalho, Grupo Cielo, Ophos, Eurominas, Conel Construtora, Compucenter, Unimed, Scânia, Grupo Saga, Vale Card, além de outras empresas.

O gerente da Escandinávia Veículos, Alessandro Fagundes Pereira: “A Feniub Logística, com certeza, proporcionará uma maior interação entre os transportadores e demais empresários do setor de logística de Uberlândia e região”

Os expositores apostam na Feira como um centro de geração de negócios que represente, consequentemente, um incremento nas vendas. Para as empresas do setor de logística de Uberlândia, essa é uma oportunidade de acesso a novidades em serviços e tecnologia bem como um caminho para estabelecer contato com possíveis fornecedores e potenciais clientes. A avaliação é do gerente da Escandinávia Veículos (representante da marca Scânia), Alessandro Fagundes Pereira: “Esta será uma grande oportunidade para estreitarmos relacionamentos e gerar negócios. A Feniub Logística, com certeza, proporcionará uma maior interação entre os transportadores e demais empresários do setor de logística de Uberlândia e região. Este será um momento para conhecermos novidades e adquirirmos conhecimento, além, é claro, de ser um momento para apresentar o potencial de Uberlândia com relação ao setor de transportes e logística.”
A expectativa da comissão organizadora do evento é que mais de três mil pessoas/dia passem pela Feira, o que também deve proporcionar a movimentação de um grande volume de transações comerciais. Para o analista de negócios do Sebrae Uberlândia, Fabiano Alves, a Feira é uma grande oportunidade para o setor de transportes. “A Feinub será uma grande oportunidade, pois colocará o segmento logístico em destaque para o restante do país, reforçando ainda mais o potencial e a vocação de Uberlândia, além de propor a troca de informações, conhecimento e experiências e gerar negócios”, disse.

Fabiano Alves, analista de negócios do Sebrae Uberlândia: “Este evento cria um ambiente propício para a geração de negócios com stands, rodadas de negócio proporcionando benchmark e ampliação do network

Segundo Fabiano Alves, o Sebrae Uberlândia tem uma grande expectativa com relação à Feniub 2011. “Esta é uma das melhores e maiores feiras nacionais e que traz este ano a logística como tema principal, proporcionando a troca de experiências, conhecimento e informações, o acesso a novos fornecedores, parceiros e clientes, além da ampliação da rede de contatos e de oportunidades”, afirmou.
Ainda de acordo com o analista de negócios, o Sebrae acredita que a Feira é uma ferramenta para alavancar negócios. “Este evento cria um ambiente propício para a geração de negócios com stands, rodadas de negócio proporcionando benchmark e ampliação do network, além do acesso a novas informações, conhecimento e tecnologia. Por isso, eu recomendo que as empresas do segmento logístico em geral participem da Feniub, pois os participantes terão grandes oportunidades de adquirirem conhecimento, trocarem experiências, ampliarem sua rede de relacionamentos e fazerem bons negócios”, disse.
Os empresários interessados em participar da Feniub 2011 devem entrar em contato com a empresa Viva Marketing através do telefone (34) 3222-6992 ou pelo e-mail: comercial@vivamaketing.com.br