Cidades

Revista Mercado Edição 47 - novembro 2011

Região sul de Uberlândia: uma cidade à parte

Por Alitéia Milagre (Serifa)

Vista panorâmica da região sul de Uberlândia, com destaque para condomínios de alto luxo que escolheram o local para se instalar

Setor ganha casas, faculdades, hospital, shopping e é o principal destino para a construção de condomínios fechados de alto padrão

Uberlândia é uma das cidades que mais cresce no Triângulo Mineiro, e em Minas Gerais ocupa uma posição geográfica privilegiada. Tem vocação para o turismo de negócios e para o desenvolvimento dos setores de agronegócio e serviços. A cidade também é referência em infraestrutura. Ocupa a 1ª posição em Minas e é a 2ª melhor cidade do país em saneamento básico, de acordo com estudos do Instituto Trata Brasil. Isso indica que, entre as 81 maiores cidades do Brasil com mais de 300 mil habitantes, Uberlândia ocupa o segundo lugar no ranking de prestação de serviços de água, coleta e tratamento de esgoto. Não é à toa que seu crescimento nos últimos anos virou notícia na mídia nacional e até internacional. Este ano, por exemplo, o governo de Dubai, nos Emirados Árabes, colocou a cidade entre as contempladas com o Prêmio Internacional de Dubai para Boas Práticas, concedendo à Prefeitura o certificado “100% Acessible Public Transportation in Uberlândia: Free Path to Social Inclusion, Brazil” (Transporte Público 100% Acessível em Uberlândia: um caminho para a Inclusão Social no Brasil). O prêmio é destinado às cidades e países que se destacam em seus trabalhos de boas práticas para melhorar a qualidade de vida da população em diferentes áreas. A cidade também foi destaque em duas publicações internacionais: “1000x Architecture of the Américas” e “Summa+ 103”, livros especializados em arquitetura e urbanismo que citaram o projeto do corredor estrutural da Avenida João Naves de Ávila. Por conciliar desenvolvimento econômico e social com a preservação do meio ambiente, foi citada também como exemplo a ser seguido, dessa vez nas páginas da Revista Veja, e recebeu destaque no jornal Estado de Minas, que chamou atenção para o transporte coletivo e para a qualidade de vida aliada ao crescimento da cidade.
Tantas qualidades têm chamado a atenção de muitos empresários e atraído investimentos do poder público em todas as esferas. São empresas que se instalam ou ampliam seus negócios, recursos que chegam, quer para obras de infraestrutura urbana, quer para as áreas de saúde e habitação. E se o desenvolvimento atrai mais pessoas, torna-se nítida a aposta de construtoras que investem no município por reconhecer nele um futuro cada vez melhor no setor imobiliário. E não são apenas as construtoras que estão de olho na cidade. Empresas especialistas em shoppings centers buscam em lugares como Uberlândia a chance de expandir seus negócios. Com o crescimento da cidade e a vinda de jovens de todo o país em busca do ensino superior, a concorrência privada não vê outra saída a não ser expandir seus negócios. Muitas faculdades chegam, experimentam a cidade, fixam-se e se ampliam por comprovar o potencial do município para o ramo.
Na área da saúde, por exemplo, a prefeitura inaugurou recentemente nessa região o Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia, que conta com modernas instalações e foi projetado para ser referência em saúde, oferecendo serviços especializados e tecnologia de ponta. São 258 leitos, sendo 40 de UTI adulto, 10 de UTI neonatal, 16 de cuidados intermediários, 51 de maternidade, 45 de pediatria e 96 de internação. A obra foi construída segundo padrões da sustentabilidade. O hospital está apto para oferecer atendimento nas áreas de urologia, otorrinolaringologia, ortopedia, saúde bucal, clínica médica, clínica cirúrgica, ginecologia e obstetrícia, além de exames de tomografia, ressonância e ultrassom.

A zona sul também atraiu muitas faculdades: em destaque na imagem o campus da Unitri, a primeira a ir se instalar na região

O Hospital Municipal é uma importante obra, recentemente inaugurada, que enobrece ainda mais a região sul de Uberlândia

Em ritmo acelerado

Entre uma obra e outra, a cada dia Uberlândia faz história. Os anos de 2011 e 2012 serão de muitas inaugurações, em especial no Setor Sul, uma região que cresce de forma acelerada à espera de mais investimentos. Segundo dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em dez anos a população do local aumentou 33,62%. São 96 mil moradores.
No fim de novembro, as chaves dos projetos habitacionais Villa Nueva e Villa Real, no Shopping Park, zona sul de Uberlândia, foram entregues. Os imóveis fazem parte do programa do governo federal “Minha Casa, Minha Vida”, que construiu 3.632 imóveis na região, sendo que, desse número, 1.998 residências foram concluídas e entregues.

O bairro Shopping Park. Em destaque, casas construídas por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”; são mais de 3.600 novas moradias, das quais quase 2.000 já estão prontas e entregues à população

Só para 2011, estão previstas a entrega de grandes obras, entre elas o novo campus da Universidade de Uberaba (Uniube), avaliado em R$ 20 milhões, construído em frente ao Uberlândia Shopping, e que vem num momento oportuno, tendo em vista o crescimento do setor. Outro destaque é a construção do novo shopping, que contempla lojas, restaurantes, hipermercado, salas de cinemas e estacionamento para automóveis e bicicletas, orçado em R$ 160 milhões. Para dar margem de acesso às novas residências e lotes comerciais no setor, a Rua da Carioca está sendo asfaltada.
Também estão em andamento as obras do campus do Glória da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O novo campus fica na região sul de Uberlândia, próximo à BR-050, saída para Uberaba, e conta com um investimento de R$ 12 milhões.
Diversas construtoras têm investido em obras em Uberlândia. Uma delas é a Elglobal, que também está com obras na região sul. Em construção para ser entregue até o fim deste ano (2011), o Solarium Residence, o Gávea Office (comercial, salas corporativas) e o Village Altamira Shopping. Para 2012 estão previstas a entrega do Portal do Altamira, o Gávea Business (comercial, salas e lojas) e o World Business Center (comercial). O setor já recebeu da Elglobal o Village Altamira Shopping e o Loteamento Parque dos Ypês I e II.
Segundo o diretor da Elglobal Construtora, Paulo Sérgio Ferreira, a região sul se destaca pela infraestrutura viária já implantada e por condomínios fechados, oferece centros universitários modernos, com arquitetura arrojada e bem aparelhados, além de estrutura comercial e lojas, o que se torna notável com a inauguração de centros comerciais modernos e compactos, e ainda grandes lojas, como Walmart e Leroy Merlin. “Uma das grandes conquistas da região sul será a inauguração, em março de 2012, do Uberlândia Shopping, um centro de compras à altura dos melhores do Brasil. Sem dúvida, a região sul é uma das melhores para viver com qualidade, construir e investir em Uberlândia, por isso, tenho convicção de que sua grande valorização está por vir”, afirma.

Em fase final de construção, o Uberlândia Shopping tem prazo previsto de inauguração até o fim do primeiro trimestre de 2012: é mais uma grande obra que foi parar na região sul

Construção luxuosa

Os investimentos no setor imobiliário na região sul não param. O novo e mais luxuoso empreendimento está em construção. É o Jardins Gênova, com obras de infraestrutura previstas para serem entregues em dezembro de 2012.
Depois de implantar os Jardins em Goiânia com uma visão futurista, a FGR projetou levar o conceito de viver bem para outras regiões. Uberlândia foi a segunda cidade a receber o conceito Jardins, com a construção do Barcelona, e alguns anos depois, com a do Jardins Roma. “Tivemos o apoio de um empreendedor local, que acreditou em nossa empresa. A partir daí, fizemos uma pesquisa sobre o potencial de mercado e constatamos que Uberlândia tinha espaço para o nosso negócio”, explica o diretor comercial da FGR Urbanismo, Adriano Carrijo.

Lugar onde estão sendo erguidos os mais belos condomínios da cidade. Na imagem, um prospecto de como ficará o Jardins Gênova, um dos mais recentes residenciais de luxo da região sul

Construídos em áreas amplas e com toda infraestrutura, os “Jardins” reúnem opções de lazer para todos os gostos e idades. Além de centenas de casas, o Gênova terá três quadras de tênis, cercadas por alambrados metálicos e iluminadas; dois campos de futebol society gramados; cinco parques infantis; pista de cooper com proximadamente 1.600 metros; duas estações de ginástica; uma sala de ginástica (fitness) equipada; uma piscina esportiva aquecida e coberta, com três raias de 25 metros; uma quadra poliesportiva toda iluminada; três quadras de peteca; e um lago panorâmico.
Para a construção do Gênova, a FGR vai investir mais de R$ 35 milhões. A empresa planeja construir mais três novos condomínios fechados de alto padrão no setor sul. “Desde a primeira obra, a construtora já enxergava um mercado potencial de crescimento na zona sul da cidade, e foi lá que se instalou e criou o Master Plan, ou seja, seu planejamento de desenvolvimento e urbanização de uma área então quase rural”, conta o coordenador da filial em Uberlândia, Rogério Moreira.

Visão empreendedora

Não é apenas a FGR que tem essa visão empreendedora com relação ao setor sul em Uberlândia. O presidente do Sindicato da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP), Paulo Roberto Ribeiro, acredita que há anos a região vem se posicionando como o setor de maior crescimento residencial para as classes A e B e para instalações de universidades. Ele acredita ainda que com a construção de casas do Programa Minha Casa, Minha Vida e condomínios verticais (apartamentos), a região deixará aos poucos de ser um local voltado somente às classes A e B.
E pensando em todo esse crescimento, a região sul de Uberlândia deve ganhar um terminal de passageiros interligado ao Sistema Integrado de Transporte (SIT). Para isso, já estão em andamento as obras do viaduto da Nicomedes, onde deve ser instalado o Corredor de Ônibus Sul. Também está previsto outro viaduto na Rua Olegário Maciel. Os empreendimentos fazem parte da nova infraestrutura viária que está sendo planejada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) para atender ao setor.

A região sul de Uberlândia é, segundo o presidente do Sinduscon-TAP, Paulo Roberto, o principal destino das classes A e B para fixar residência

Tanto progresso na região ocasionou um fluxo de veículos até a zona sul; isso obrigou a Prefeitura à construção de um viaduto na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, principal via de acesso - a imagem mostra como ficará a obra, que está orçada em R$ 8,5 milhões e tem a previsão de 12 meses para ser concluída