Canal Livre

Revista Mercado Edição 34 - setembro 2010

Canal Livre

Matéria sobre olhos

Prezados editores… Mais uma vez a revista está de parabéns, tanto pela qualidade quanto pelo conteúdo! Aproveito para destacar a “Nova técnica melhora a visão sem…” do caderno MGeral, pagina 116; o assunto deveria ter sido explorado em nível local. Foi citado um hospital de SP, sendo que o ISOOlhos poderia ter sido citado. Estamos à disposição para esclarecimentos.

Isabel Rosita L. Fialho
Administração

Prezada leitora, a sugestão de pauta foi obra e mérito da assessoria de imprensa do referido hospital, que passou a informação sobre o assunto e, inclusive, facilitou os contatos com as fontes. Por isso a citação da instituição. Da mesma forma, em outras oportunidades já citamos aqui o ISO Olhos que, diga-se de passagem, também conta em seu corpo clínico com excelentes profissionais. De qualquer forma, valeu a observação.

__________________________________________________
Esporte em Uberlândia

Fiquei impressionada com o que Uberlândia tem e eu nem imaginava. Até ouvia falar, mas não percebia. Falo da estrutura esportiva da cidade. Por isso, quero parabenizar a revista pela brilhante matéria mostrando o grande centro favorável à prática esportiva em que Uberlândia se transformou. E como ficou claro na matéria, sobre o que foi apresentado ainda existe muito mais. Eu mesma conheço alguns polos esportivos instalados em escolas e bairros da cidade. Então, parabéns Uberlândia, que como a matéria bem definiu, é o Polo Esportivo do Cerrado.

Estefânia Fernandes Gomes
Esteticista

__________________________________________________
Parque do Sabiá

É gostoso ver uma imagem tão bela de nossa cidade, como a que foi publicada na capa da edição anterior e que mostra o nosso belo e majestoso Parque do Sabiá. Minha satisfação com a bela vista vai além da facilitação à prática de atividades esportivas que o complexo do parque proporciona. Eu me satisfaço também em ver o quanto de verde o Sabiá preserva. Por isso, peço à administração municipal mais atenção a outras áreas da cidade que têm potencial parecido e precisam ser preservadas.

Inácia Maria Montes da Silva
Professora Aposentada

__________________________________________________
Padrões familiares

Excelente a reportagem da edição de agosto que mostra o atual perfil das famílias brasileiras. Confesso que alguns rumos me assustam. Ainda sou pelo tradicional. Família é homem, mulher e filhos. Mas, por favor, não me julguem preconceituosa, pois não sou.

Joana D’arque Damasceno
Dona de Casa

__________________________________________________
Com que óleo eu vou?

Gostei muito da matéria sobre óleos publicada na edição de agosto.  Com certeza esse tipo de reportagem contribui para nós, leigos, determinarmos qual o tipo de óleo usar em nossa cozinha.

João Perfeito Filho
Torneiro Mecânico

__________________________________________________
Governador Celso Ramos

Cada vez mais me encanto com as matérias de turismo que saem na revista. Virei até colecionadora. A última matéria, então, nem se fala. Que lugar maravilhoso é Governador Celso Ramos. O ruim é que dá uma vontade imensa de conhecer o lugar. Enquanto não surge a oportunidade, vou me deliciando com as imagens da matéria.

Mônica Justino Ferreira
Estudante de Geografia

__________________________________________________
Desordem no trânsito

Gostaria imensamente de saber quem é o responsável pela ordenação no trânsito de Uberlândia. Por onde ele anda e o que é que ele faz. Acontece que o número de veículos e pedestres aumentou consideravelmente. Hoje, oque se vê, principalmente no hipercentro da cidade, é uma total bagunça. Pra começar, não existe lugar para estacionar, a maioria dos espaços estão marcados como área de carga e descarga; comerciantes e até moradores demarcam a frente de seus estabelecimentos com cones; coletivos não encostam para subida e descida de passageiros; carros fortes param no meio das ruas; e por aí vai. Até o pedestre não obedece às faixas nem os sinais – que também servem para eles. Os motoqueiros, então, estes andam em constante zigue-zague como se fossem donos das ruas. Até quando essa bagunça vai continuar?! Essa é a minha pergunta de contribuinte.

Geraldo Marquioni Santos
Estoquista

______________________________________________________________

Quer falar com a Revista Mercado? Envie mensagens para a sessão Canal Livre: redacao@revistamercado.com.br