Especial

Revista Mercado Edição 35 - outubro 2010

Prêmio destaca os melhores em sustentabilidade

POR Evaldo Pighini

O objetivo é reconhecer as empresas que investem em sustentabilidade, posicionamento institucional e atuação no mercado regional

Em novembro acontece a solenidade final que coroa a realização de mais uma edição do Prêmio Empresário Herói, criado para reconhecer e estimular empresas que desejam alcançar excelência em suas atividades produtivas através da adoção da sustentabilidade como um princípio de sua governança e gestão. Essa honraria foi criada em 2009 pela Fiemg Regional Vale do Paranaíba, com o apoio do Centro Industrial e Integração de Negócios do Triângulo e Alto Paranaíba (Cintap), do Instituto Inderc, dos Sindicatos Patronais da Indústria e da Revista Mercado e, como já foi mencionado, premia aqueles empresários que atuam à frente de seus negócios de forma sustentável, tanto em Uberlândia como na região.
A premiação, realizada anualmente, reconhece as empresas que investem em sustentabilidade econômica, social, ambiental e cultural e ainda no posicionamento institucional e na atuação no mercado regional. “O Prêmio Empresário Herói é um estímulo a empresas que desejam alcançar excelência em suas atividades produtivas e nos assuntos de sustentabilidade”, explica a gerente de projetos do Cintap, Daniela Dias.
Seguindo uma evolução, a disputa neste ano envolve mais categorias, entre as quais, Micro/Pequena, Média e Grande Empresa, Projeto Social, Projeto Ambiental, Projeto Cultural, Campanha Publicitária e Inovação Tecnológica, devendo ser selecionados três finalistas para cada categoria, de onde sairá o grande vencedor.

O gerente executivo de Comunicação e Mobilização do Instituto Ethos, João Gilberto Azevedo, endossa iniciativa como esta, da instituição do Prêmio Empresário Herói. Aos empresários participantes e também aos ainda não participantes ele manda um recado: “Hoje o mercado num todo está atento a produtos e serviços provenientes de empresas que demonstram responsabilidade social. A produção sustentável é a melhor forma de ser reconhecido”, avisa. Aliás, segundo ele, a gestão sustentável é tão boa para a sociedade quanto para o planeta e até e principalmente para o “bolso”.  “Os acionistas de uma empresa querem lucro e hoje esse lucro está cada vez mais ligado a administrações sustentáveis”, observa João Gilberto. Para finalizar, ele recomenda aos empresários de Uberlândia e região que façam suas empresas trabalharem juntas sob gestões socialmente responsáveis, o que, em consequência, resulta em ganho comum para todos.  “O Empresário Herói destaca justamente isto: as boas ações que devem ser mostradas até mesmo para servirem de exemplo para quem ainda não age sustentavelmente”.
A Fiemg Regional Vale do Paranaíba e a revista Mercado é que estarão à frente na organização da solenidade de entrega do Prêmio, inicialmente programado para o dia 11 de novembro de 2010, às 21h, na sede da Fiemg em Uberlândia, que fica na avenida Rondon Pacheco, 2100, bairro Vigilato Pereira. Aos vencedores serão conferidos certificados, troféus e selos alusivos ao Prêmio Empresário Herói. Além disso, terão seus nomes e de suas empresas destacados em reportagem especial da Mercado, que fará a cobertura total da solenidade.
As inscrições para quem deseja concorrer já iniciaram e vão até o final de outubro. Outras informações estão acessíveis através do e-mail projetos@cintap.com.br e do telefone (34) 3230-5200.

Regulamento – Para participar, as empresas de micro e pequeno porte legalmente constituídas devem ter no mínimo dois anos de atuação no mercado, as de médio e grande porte devem ter cincos anos, além de estarem associadas à Fiemg, Sindicatos Patronais ou Cintap/Eco Instituto Inderc. Quanto às categorias de porte, a empresa inscrita pode concorrer em apenas um segmento, mas nas categorias específicas pode disputar mais de um prêmio.

“A comissão organizadora irá avaliar as empresas através de três critérios: institucional, atuação no mercado regional e sustentabilidade”

A comissão organizadora irá avaliar as empresas através de três critérios: institucional, atuação no mercado regional e sustentabilidade. De acordo com o primeiro critério, a empresa deve apresentar sua constituição legal e a comprovação de atuação no ramo; o segundo critério avaliará o associativismo, inovações tecnológicas, faturamento e operações bem-sucedidas que levam ao lucro; para finalizar, e em destaque, a Comissão analisará a Redução de Impacto Social e Ambiental (RES), o investimento social privado – ações filantrópicas desenvolvidas na comunidade, segurança e qualidade de vida no trabalho, economia e reuso de recursos naturais esgotáveis, cotas para pessoas com deficiência, dentre outros, no sentido de contribuir com a perenidade do ser humano com qualidade de vida.
“A comissão será criteriosa e imparcial para que encontremos realmente o maior merecedor dos prêmios”, observa Daniela Dias.

Edição 2010

“Só é herói quem faz por todos” é o lema do Prêmio Empresário Herói 2010. A ideia da criação dessa honraria surgiu de um movimento de empresários em prol da realização da reforma tributária no país, realizado em 2008 na The House, e embora já fosse denominado Empresário Herói, o grito era pela “Reforma Tributária Já”. Daquele evento saiu um documento que depois foi endossado por milhares de pessoas e encaminhado a Brasília.
Em 2009, ao invés de clamar contra a carga tributária brasileira, foi decidido que a bandeira do movimento teria outro sentido, dessa vez focado na sustentabilidade. Assim, seguindo essa nova configuração, o evento contou com a participação de 40 empresas inscritas, das quais 24 pontuaram e 9 foram para a final, entre as quais 3 foram eleitas e premiadas as grandes vencedoras. Essa solenidade reuniu mais de 320 pessoas no auditório da Fiemg Regional Vale do Paranaíba.
Para 2010, a expectativa é de mais empresas participantes e mais pessoas prestigiando o evento. “Estamos trabalhando para premiar 24 empresas, aclamando ao final oito grandes vencedoras e mais dois industriais que serão contemplados com o título “Mérito Industrial”, outorga esta que será feita na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) em Belo Horizonte”, explica Daniela Dias.

Empresário Herói 2010 – Critérios do prêmio

  • Institucional – constituição legal da empresa, comprovação de atuação no ramo ou segmento, etc.;
  • Atuação no mercado regional – associativismo, inovações tecnológicas, faturamento, operações bem-sucedidas que levam ao lucro, etc.;
  • Sustentabilidade Socioambiental – redução de Impacto Social e Ambiental (RES) e Investimento Social Privado: ações filantrópicas desenvolvidas na comunidade, segurança e qualidade de vida no trabalho, economia e reuso de recursos naturais esgotáveis, cotas para pessoas com deficiência, etc.