Habitação

Revista Mercado Edição 41 - abril 2011

Parece casa… mas é apartamento

DA Redação

A arquiteta Renata Basques utiliza-se de móveis grandes e de madeira para remeter a casas antigas

Móveis clássicos e maiores, janelas grandes, pé-direito, jardim vertical. Essas são algumas dicas que podem transformar um simples apartamento em uma “casa” confortável

Sala ampla, espaço para receber os amigos e até jardim. Pode parecer a descrição de uma casa, mas é a de um apartamento. Com a decoração adequada, um apartamento pode ficar aconchegante e ganhar a sensação de espaço de uma casa. Confira as dicas e deixe o seu cantinho personalizado.
Quem mora em um apartamento, sabe como é difícil manter a organização em um ambiente tão pequeno. Como resolver esse problema sem ter que arrumar as malas e se mudar? Para ganhar espaço, são necessárias estratégias combinadas. A arquiteta Marina Dubal aposta na valorização do pé-direito alto, aliado a elementos verticais e espelhos, além de cores claras. “Essa combinação cria profundidade e auxilia na concepção do novo ambiente”, diz.

Cores claras e vasos com plantas naturais. A arquiteta Marina Dubal investe nesses elementos para criar um apartamento com “cara” de casa

A arquiteta Renata Basques: “Se o espaço estiver muito neutro, objetos que criam um contraponto podem conferir personalidade”

Para a arquiteta Renata Basques, é preciso resgatar tudo que lembre aconchego: “Móveis com palhinha, em madeira e também maiores remetem a casas antigas e deixam as pessoas mais à vontade”. A profissional também usa objetos como cortinas de tecido e painéis de madeira para obter o efeito de uma casa tradicional. Já Marina, gosta de combinar peças antigas com mobília moderna: “Isso traz equilíbrio e originalidade”. A arquiteta alerta que deixar o apartamento com móveis mais simples e em menor número pode não ser a solução. “Estilos clássicos de decoração pedem mais detalhes, mas quando bem projetado o ambiente se torna prazeroso, com cara de família. O importante é ter atenção na combinação dos móveis com as cores. Se o espaço estiver muito neutro, objetos que criam um contraponto podem conferir personalidade”, ressalta.
O jardim também não é privilégio apenas de quem possui uma casa. “Uma varanda e o canto de uma sala são lugares que com um vaso de planta ganham o aspecto de um jardim. Outra opção é o jardim vertical, ideal para lugares pequenos”, lembra Renata.
Outra dica reforçada pelas profissionais é aumentar a ventilação. Ter várias janelas grandes aumenta a circulação de ar e ainda deixa o ambiente mais claro. Portanto, na hora de comprar um apartamento, o cliente deve dar preferência ao andar térreo, assim ele ganha uma área externa e, consequentemente, mais ventilação e ainda um jardim.